Governo de Minas  
Letra A+  |  A-  |  A  |  Contraste C+  |  C- Enviar por E-mail  |  Imprimir RSS

Menu Superior

   
Página inicial » Cidadão » Doação de sangue » Cuidados pós-doação de sangue
Destaques
Doação de sangue: 16 e 17 anos e maiores de 60
Doação de sangue: grupos e caravanas
Atestado de Doação
Acontece

Jornal Hemominas

Informações sobre doação de sangue
Ir conteudo
Cuidados pós-doação  

  • Aguardar, no mínimo, uma hora para dirigir curtos percursos e duas horas para viagens;
  • Não fumar por, no mínimo, duas horas;
  • Não pegar peso com o braço utilizado para a doação;
  • Não fazer exercício físico acentuado nas 12 horas consequentes à doação (andar de bicicleta, carregar peso, fazer ginásticas, faxinas domésticas, lavar roupas a mão).

Algumas atividades profissionais - que podem colocar em risco a própria integridade física do candidato e de terceiros - devem ser interrompidas, por um certo período de tempo, logo após a doação de sangue. Assim, só poderão doar sangue os profissionais que puderem aguardar o tempo de repouso recomendado, antes de retomar suas rotinas.

Abaixo, as principais atividades que exigem repouso: 
 
  • Desportistas, em função da hipovolemia (diminuição do volume sanguíneo) devem aguardar 24 horas para voltar a praticar em ritmo de competição os seguintes esportes: ciclismo, natação, alpinismo, esportes automobilísticos, moto de competição, judô, boxe, futebol, basquete, vôlei, corrida e similares.
  • Operadores de máquinas, condutores de veículos coletivos rodoviários e ferroviários devem interromper suas atividades por 12 horas depois da coleta. No caso desses profissionais, a possibilidade de reações pós-doação aumenta o risco de acidentes graves.
  • Mergulhadores, pilotos, paraquedistas, bombeiros e profissionais que atuam em andaimes devem interromper suas atividades por 24 horas depois da coleta. Isso porque a doação de sangue dificulta temporariamente a adaptação do organismo às alterações ambientais. Como resultado, esses profissionais podem ter tonturas, perda de consciência etc.
Testes pré e pós-doação
 
A cada doação, o doador passa por uma nova avaliação médica e seu sangue é submetido, novamente, a rigorosos testes laboratoriais. Se convidado a repetir os testes, o retorno do doador à instituição é de extrema importância. Os testes realizados são de triagem e não para diagnósticos, podendo ocorrer resultados falso-positivos. Não há motivos para preocupação em caso de convocação para uma nova consulta médica ou para a repetição de exames.
 
Atenção
 
Se alguém recorre aos serviços da Hemominas exclusivamente para fazer exames, não deve doar sangue. Procure o CTA – Centro de Testagem e Aconselhamento de sua cidade, através da Prefeitura ou Secretaria Municipal de Saúde.
 
Em Belo Horizonte, o telefone do CTA é (31)3277-5757.
 

 

 



Fonte: Gerência de Captação e Cadastro | Atualização: 14 de Julho de 2011 |
  HEMOMINASBarra Vertical - RodapéAdm Central: Rua Grão Pará, 882 -Santa EfigêniaTodos os direitos reservados.Politica de privacidade.