O que é?

Atender interessados em se candidatarem à doação de medula óssea, registrando-os em uma base nacional no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) que reúne as informações (nome, endereço, resultados de exames, características genéticas) de pessoas que se voluntariam a doar medula para pacientes que precisam do transplante.  

O candidato deve se dirigir a uma das unidades da Fundação, onde serão feitos o cadastro e a coleta de uma amostra de sangue, a ser encaminhada aos laboratórios aptos a realizarem esses exames de alta especificidade técnica, registrados no Ministério da Saúde. Constantemente, há um cruzamento de dados entre o resultado dos exames de Histocompatibilidade (HLA) do doador cadastrado no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) e o do paciente, informação armazenada no Registro Nacional de Receptores de Medula Óssea (Rereme). Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é convocado para confirmação da compatibilidade, exames complementares e para realizar a doação propriamente dita.

O transplante de medula óssea pode beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças em diferentes estágios e faixas etárias. O fator que mais dificulta a realização do procedimento é a falta de doador compatível, já que as chances de o paciente encontrar um doador compatível na população em geral pode chegar a 1 em cada 100 mil pessoas.

Além disso, o doador ideal (irmão compatível) só está disponível em cerca de 25% das famílias brasileiras – para 75% dos pacientes é necessário identificar um doador alternativo a partir dos registros de doadores voluntários, bancos públicos de sangue de cordão umbilical ou familiares parcialmente compatíveis (haploidênticos).

O doador será acionado de acordo com a compatibilidade da sua medula óssea e será instruído a comparecer a uma unidade hospitalar. A doação pode ser realizada através de um pequeno procedimento cirúrgico, de aproximadamente 90 minutos, sob anestesia peridural ou geral. Há também uma outra forma de doação, realizada através de um método denominado aférese, onde as células são coletadas por via periférica, semelhante a uma doação de sangue. O doador doa no máximo 10% de sua medula, que se recompõe em 15 dias.

Quem pode utilizar este serviço?

Os principais beneficiados com o transplante são: pacientes com produção anormal de células sanguíneas, geralmente causada por algum tipo de câncer no sangue, como leucemias e linfomas, além de portadores de aplasia medular, etc..

Quem não pode doar?

Pessoas que apresentem histórico de doenças como as infecciosas ou hematológicas.

Órgão responsável

Fundação Centro de Hematologia e Hemoterapia do Estado de Minas Gerais - Hemominas

Arquivos

PDF icon termo-de-consentimento.pdf

PDF icon fmnp-t.gcc-06_-_identificacao_do_candidato_a_doacao_de_medula.pdf

Etapas para realização deste serviço

1 - Dirigir-se a uma unidade da Hemominas
O cadastramento de candidatos a doadores de medula óssea é feito presencialmente na Fundação Hemominas.

Obs.: Para integrar o cadastro de doadores, é necessário:

Ter entre 18 e 55 anos, boa saúde e não apresentar doenças como as infecciosas ou as hematológicas.

Apresentar documento de Identidade oficial com foto, dentro do prazo de validade.

Valor

Não se aplica

2 - Preencher documentação
Preencher ficha de identificação do candidato e termo de consentimento

Documentação

Formulário de identificação do candidato à doação de medula (preenchido)

Formulário do Termo de Consentimento (assinado)

Canais de Prestação

Web

Cadastramento de candidatos à doação de medula óssea

3 - Colher sangue
Colher uma amostra de sangue com 5ml para testes, para fazer o exame HLA (Antígenos Leucocitários Humanos) que irá determinar as características genéticas necessárias para a compatibilidade entre o doador e o paciente. O tipo de HLA será cadastrado no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (*Redome), vinculado ao Instituto Nacional do Câncer (Inca).

4- Manter dados atualizados
A atualização de dados do candidato à doação de medula óssea no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) somente é feita no site do INCA, órgão responsável pelo cadastro nacional, mesmo que a entrada tenha sido pela Hemominas. O formulário para atualização dos dados está disponível em http://www1.inca.gov.br/doador/.  O voluntário pode ser chamado para efetuar a doação com até 60 anos de idade.

Observações:

Esta etapa é essencial para localização do doador.

Assim como todos os hemocentros públicos brasileiros, a Fundação Hemominas atua na orientação junto aos candidatos sobre os procedimentos para a doação de medula e na coleta das amostras, encaminhando-as aos laboratórios aptos a realizarem esses exames de alta especificidade técnica, cadastrados no Ministério da Saúde. A partir desse momento, os hemocentros não têm mais participação ativa, não recebem os resultados dos exames de Histocompatibilidade (HLA) para determinação do “perfil genético” e não têm acesso ao Cadastro Nacional de Doadores de Medula (Redome). Constantemente, há um cruzamento de dados entre o resultado de HLA do doador cadastrado no Redome e o do paciente, informação que fica armazenada no Registro Nacional de Receptores de Medula Óssea (Rereme). Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é convocado para exames complementares e para realizar a doação propriamente dita. O candidato não receberá o resultado do HLA, pois este tipo de teste somente é importante para verificar a compatibilidade do transplante.

Canais de Prestação

Web

INCA

Quanto tempo leva?

O Cadastramento não é demorado, os candidatos são atendidos por ordem de chegada na unidade.

Legislação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estabelece através de Resoluções da Diretoria Colegiada (RDC), critérios para o funcionamento, segurança do usuário dos serviços e autorização de funcionamento exercendo desta forma papel principalmente fiscalizador.

Portaria de Consolidação MS 04 de 28/09/2017)

Outras informações

O processo de cadastramento de candidatos à doação de medula nas unidades da Hemominas é feito presencialmente. Não há cadastramento nem agendamento e o atendimento é por ordem de chegada e demanda pouco tempo. Os doadores devem se informar diretamente no setor de captação das unidades e serão atendidos nos horários definidos por cada uma delas. Da mesma forma, não está disponibilizado o agendamento online para esse tipo de atendimento.  Informações: Cadastramento de candidatos à doação de medula óssea / Call center 155 - Opção 1. 

O transplante de medula óssea é a única esperança de cura para muitos portadores de leucemias e outras doenças do sangue. Além do atendimento em suas unidades, a Hemominas faz campanhas externas de divulgação e cadastro em eventos, instituições e localidades. Interessados podem consultar a Fundação a respeito.

Dúvidas frequentes

  • Como sei se sou compatível?

A chance de encontrar um doador compatível entre irmãos, filhos de mesmo pai e mesma mãe, é estimada em 25% a 30%, aproximadamente. Entre pessoas não aparentadas, essa possibilidade pode chegar a 1 para 100.000 candidatos cadastrados. A compatibilidade é verificada pela semelhança entre os antígenos dos leucócitos do doador com os do receptor, por meio do exame de HLA (Antígenos Leucocitários Humanos). Portanto, quanto mais candidatos cadastrados, maiores as chances de se encontrar o doador ideal para os pacientes que precisam de transplante.

Se o candidato for considerado compatível com um paciente, ele será consultado, mais uma vez, para decidir sobre a doação. Com a confirmação do doador, outros testes sanguíneos serão feitos para confirmar a compatibilidade. Em seguida, o candidato passa por rigorosos exames para avaliação da sua saúde e, se tudo der certo, ele se tornará um doador.

  • Como é feita a coleta?
Há duas formas básicas para coleta da medula de um doador:
  • punções no osso da bacia, por meio de agulhas especiais, sob efeito de anestesia. Os doadores passam por um pequeno procedimento cirúrgico, de aproximadamente 90 minutos.
  • aférese, procedimento de coleta por via periférica, que se assemelha a uma doação de sangue. Não requer internação nem anestesia.
A escolha sobre o tipo de coleta não é uma decisão do doador ou do paciente, mas sim uma indicação médica, de acordo com o tipo de patologia ou diagnóstico do paciente.

  • Como é realizado o transplante?

A doação de medula é um procedimento que se faz em centro cirúrgico, sob anestesia peridural ou geral, requerendo internação de 24 horas. A medula é retirada do interior de ossos da bacia, por meio de punções.  O procedimento leva em torno de 90 minutos.

O paciente é tratado com quimioterapia, que destrói sua própria medula, e recebe a medula óssea doada por meio de transfusão. Em duas semanas, a medula óssea transplantada já estará produzindo células novas. Para os doadores, os riscos são praticamente inexistentes. Apenas 10% da medula óssea são retirados e, dentro de poucas semanas, a medula doada será recomposta pelo organismo.

2 - Preencher documentação
Preencher ficha de identificação do candidato e termo de consentimento

Valor da taxa: Não se aplica

Documentos necessários

Documento de Identidade oficial com foto, dentro do prazo de validade.

Formulário de identificação do candidato à doação de medula (preenchido)

Formulário do Termo de Consentimento (assinado)

Unidades que atendem este serviço

CidadeUnidade
Belo Horizonte Hemocentro - Belo Horizonte
Governador Valadares Hemocentro - Governador Valadares
Juiz de Fora Hemocentro - Juiz de Fora
Além Paraíba Unidade de coleta e transfusão - Além Paraíba
Belo Horizonte Unidade de coleta e transfusão - Hospital Júlia kubitschek
Betim Unidade de coleta e transfusão - Betim
Diamantina Hemonúcleo - Diamantina
Divinópolis Hemonúcleo - Divinópolis
Ituiutaba Hemonúcleo - Ituiutaba
Manhuaçu Hemonúcleo - Manhuaçu
Montes Claros Hemocentro - Montes Claros
Passos Hemonúcleo - Passos
Patos de Minas Hemonúcleo - Patos de Minas
Poços de Caldas Unidade de coleta e transfusão - Poços de Caldas
Ponte Nova Hemonúcleo - Ponte Nova
Pouso Alegre Hemocentro - Pouso Alegre
São João del-Rei Hemonúcleo - São João del-Rei
Sete Lagoas Hemonúcleo - Sete Lagoas
Uberaba Hemocentro - Uberaba
Uberlândia Hemocentro - Uberlândia
Gestor responsável: Assessoria de Comunicação Social