• Aos pacientes com diagnósticos definidos de coagulopatias hereditárias e hemoglobinopatias:

1- Procurar um serviço de urgência o mais rápido possível, em caso de sintomas que possam ser um prenúncio (dores como cefaleia, dor inicial em articulação, dor abdominal), apresentação inicial  de hemorragia ou até traumas leves que poderão evoluir para hemorragias graves ou até mesmo um trauma craniano leve em paciente com hemofilia moderada a grave.

2- Para pacientes com diagnóstico de hemoglobinopatias (doença falciforme, talassemias), procurar o Serviço de Urgências referenciados, de acordo com fluxo de urgência em seu município,  em caso de sintomas e sinais de gravidade, conforme as orientações do link de urgências em hemoglobinopatias

3- Levar documento de identidade e a carteira de identificação da Hemominas, onde consta o diagnóstico

  • Aos médicos:

1- Confirmar o diagnóstico no cartão do paciente, além do documento de identificação do paciente;  

2- Colher história clínica e exame físico, mas em caso de dores, como cefaleia, dor abdominal ou dor na articulação, muitas vezes não demonstram alterações ao exame físico e ser prenúncio de complicações.

3- Em caso de traumas, em pacientes com coagulopatias hereditárias, como hemofilias ou outras, mesmo que leves, sem sintomas, solicitar exames de imagem para descartar início de hemorragia, fazer fator de coagulação em caso de Hemofilias ou outros distúrbios moderados a graves de coagulação, discutir sempre caso e evolução diária do paciente com médico de plantão da Unidade da Fundação Hemominas e ou médico da agência transfusional;

4- Em caso de cefaleia em hemofílicos ou formas graves de Doença de von Willebrand e outras desordens graves de fatores de coagulação, solicitar TC de crânio sem contraste e fazer a reposição do fator deficiente.

5- Em caso de dores abdominais, traumas, mesmo que leves, fazer reposição do fator que o paciente já utiliza e exame de imagem (ultrassom abdominal, TC de abdômen sem contraste e outros exames, de acordo com o caso clínico específico).

5- Os fatores da coagulação estão disponibilizados no Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, e o contato deverá ser feito na Prova Cruzada de Belo Horizonte para reposição de hemoderivados; no restante do estado, nas Unidades Hemominas mais próxima, entrar em contato com agência transfusional.

6- Esses fatores de coagulação estão destinados exclusivamente aos pacientes com diagnóstico feitos na Hemominas e já foram cadastrados no site webcoagulopatias do Ministério da Saúde.

“Sempre discutir o caso com plantonista da Fundação Hemominas nos horários de atendimento e ou plantonista de sobreaviso  ou agência transfuional nos telefones de referência das Unidades da Fundação Hemominas”

Plantão sobreaviso em Unidades da Fundação Hemominas:  

As Unidades de Juiz de Fora e Sete Lagoas possuem plantões médicos de sobreavisos, cujos telefones de referência estão discriminados abaixo:

1 - Hemocentro Regional de Juiz de Fora:

Plantão telefônico: (32) 98407-8332
Segunda-feira a sábado: das 12h às 7h
24 horas nos finais de semana e feriados            

OBS: Fora do horário de plantão telefônico, interessados deverão se comunicar diretamente com a unidade pelo telefone (32) 3257-3100.

2- Hemonúcleo de Sete Lagoas:

Plantão telefônico: (31) 98342- 6068  
Segunda a sexta-feira: 19h às 7h
24 horas nos finais de semana e feriados.

OBS.: Fora do horário de plantão telefônico, interessados deverão se comunicar diretamente com a unidade pelo telefone (31) 3027-2700.

Unidade de Belo Horizonte

Caso sejam necessárias informações e orientações de casos clínicos de pacientes da Hemominas atendidos em outros serviços hospitalares, deve-se contatar o Ambulatório da Unidade de Belo Horizonte, cujos telefones são os seguintes:

  • Dias úteis – segunda a sexta-feira, das 7h às 18h, pelos telefones (31) 3768-4596 e (31) 3768-4736.
  • Finais de semana, feriados e pontos facultativos – das 7h às 12h - (31) 3768- 4683 (sala de transfusão).

Outras Unidades da Fundação Hemominas: entrar em contato com a Unidade de atendimento, telefones disponibilizados neste site. Em caso de Urgências, entrar em contato com médico da agência transfusional ou prova cruzada da Unidade da Fundação Hemominas

URGÊNCIAS EM COAGULOPATIAS

URGÊNCIAS EM HEMOGLOBINOPATIAS 

Gestor responsável: Diretoria Técnico-Científica - TEC